MENU

segunda-feira, 4 de julho de 2016



Resenha: Diário de Busca

O incansável explorador dá de ombros e não se deixa abater, tentando demonstrar maturidade e controle. Eval tinha razão, muito ainda estava por vir, aquilo era só o começo.
Aprendeu com sua mãe a ser persistente, a lutar pelo que acredita, e pensou: É como dizia um velho amigo - Para o obstinado, o tropeço é apenas um empurrão para seguir em frente.
Agradeceu, despediu-se, pegou a mochila, e virando a aba do boné para trás, gesto que fazia quando estava indignado, partiu, sorrindo apenas para a secretária.
Jamais desistiria, não era o perfil dos Di Carlli. Dali foi direto para a biblioteca preparar o material para uma próxima possível expedição.



Diário de Busca foi um livro que eu recebi do autor, e que já está há algumas semanas em minha estante. Devido ao tempo, eu acabei demorando para fazer essa leitura, mas enfim chegou a vez de eu poder me aventurar nesta expedição e conhecer todos os segredos desta história.

Antes de eu falar tudo o que eu achei do livro, gostaria de citar para vocês, minha frase favorita do livro: “ A vida apresenta, diante da tragédia, situações adversas. Cabe a nós decidirmos qual caminho tomar. A única opção errada será desistir”. Eu amei a forma como o autor escreve e as mensagens que ele quer passar no decorrer da história, mesmo sendo em terceira pessoa (que é uma narrativa que eu não me dou muito bem), o livro é super fluido e leve.

Eu amei o personagem Leopoldo, achei um personagem muito doce e puro, no começo do livro vemos como ele é querido por todos, como ele trata bem as pessoas, é como se eu estivesse me vendo com aquela idade rsrs. Esse amor do Leopoldo por bússolas, mapas essas coisas, esse desejo de descobrir os segredos do universo, me lembrou aqueles filmes do Indiana Jones kkk um dos filmes que eu mais era fascinado na infância.

Amei a ambientação do livro, nunca li nenhuma história que se passava em Roma. O mais fantástico de um livro, é nele podermos viajar para lugares que só conhecemos por filmes e vídeos no youtube, conhecer culturas diferentes e visitar lugares que talvez jamais iremos conhecer um dia é maravilhoso, o livro cumpre esse proposito e nos embarca para esses lugares.

Poucos livros conseguem narrar a vida inteira de um personagem sem se perder durante a história, Diário de Busca conseguiu essa proeza, eu pude acompanhar a vida do protagonista desde a sua infância até ele ser um pai de família. Durante o livro vamos conhecendo muitos personagens que só acrescentaram mais realismo a história. O livro tem uma linguagem simples que é muito fácil do leitor entender, também traz muitas informações interessantes que só nos faz ficar mais curiosos pelo desenrolar da trama central (meu capitulo favorito Radiação magnética).

Eu recomendo o Diário de buscas para todos os leitores (principalmente para os mais curiosos). O desenrolar da história é maravilhosa, deixando o leitor viciado por seu final. Eu tirei muito proveito dessa leitura e com certeza eu pretendo ler qualquer outro livro que o autor venha a escrever. Minha única ressalva é a capa do livro, que apesar de ser uma edição muito boa, com ótima diagramação e páginas amarelas, a arte de capa acaba não atraindo a atenção do leitor. O conteúdo é o mais importante, mas uma capa com cores claras e ilustrações sempre vai atrair a atenção dos leitores quando estiverem perambulando por alguma livraria.

Gostaria de convidar a todos para adicionar o livro no seu desejados lá no skoob, e fiquem atento na fanpage do blog para futuros sorteios.