MENU

quarta-feira, 29 de março de 2017




Quotes #1 | Diário de Busca, de W-Souza


Oi, genteeee. Tudo certo? Hoje eu vim aqui com uma postagem que eu tenho programado há muito tempo, mas sempre acabava esquecendo ou procrastinando. Mas enfim decidi que finalmente traria e acabou sendo uma enorme coincidência, vou contar o porquê. Esse mês completou um ano que realizei a leitura de Diário de Busca, dos irmãos W-Souza. Foi uma leitura maravilhosa, tanto que, quando publiquei a resenha, fiz um sorteio de um exemplar autografado para compartilhar a história com mais alguém. Porque eu realmente queria que mais pessoas conhecessem o enredo criado por eles. Foi uma leitura que me tocou demais e ela merece um graaande reconhecimento.
Abaixo eu vou deixar o link da resenha, para quem quiser conferir. Mas o objetivo da postagem de hoje é compartilhar com vocês as citações que eu mais gostei – que não foram poucas, como podem ver nessa primeira fotografia – e que, de alguma forma, tornaram a leitura ainda mais especial. Na resenha eu comentei que a obra teria uma continuação e digo que eu ainda estou aguardando ansiosamente. ♥ Quando eu terminei de ler meu exemplar, precisei pedir um autógrafo dos autores e, quando o fiz, juro que estava pensando e esperando uma assinatura em um papel ou algo parecido – nem pensei que isso só traria prejuízo para eles, porque quem, em sã consciência, pede um pedaço de papel pelos Correios?! – mas eles, fofos, me enviaram um exemplar autografado que eu guardo com todo o carinho. <3
Mas vamos deixar de enrolação e vamos logo aos quotes!

  1. Leia a resenha da obra Diário de Busca clicando aqui. ♥

A felicidade transbordava no olhar. Leopoldo segurava o livro apertado contra o peito como se carregasse uma relíquia, um tesouro retirado de um baú de piratas.
Ela puxou-o pelo braço e lhe deu uma surra como nunca havia feito. Leopoldo ficou todo lanhado e em seu choro era possível perceber a dor que invadira seu coração.
Quando ele era ainda tão pequeno que mal podia caminhar, a mãe o colocava no colo, folheava um livro e, enquanto lia, observava seu jeito, os pequenos olhinhos compenetrados com o que viam. Os anos foram passando e Leopoldo se transformando em um homenzinho, a paixão por literatura crescia dia a dia. Quanto mais lia, mais gostava.

Muitas vezes passeavam no parque Villa Borghese por entre as trilhas de vegetação tropical, onde as folhas secas caídas ao chão moldavam um imenso tapete vermelho que cobria todo o passadiço. Uma visão de encantar os olhos.
Aprendeu com sua mãe a ser persistente, a lutar pelo que acredita, e pensou: É como dizia um velho amigo – Para o obstinado, o tropeço é apenas um empurrão para seguir em frente.
Uma semana depois, Guértrude embalou os pertences de Leopoldo e Tony, cobriu os móveis, trancou portas e janelas e com tudo em ordem despediu-se do imóvel. As lágrimas eram incessantes, um nó na garganta parecia sufocá-la. Pensava em todos os momentos que ali passara, jamais esqueceria.

Leopoldo observando a felicidade de Tony percebe que venceu a luta contra a dor. Orgulhoso, sabe que conseguiu lhe passar força e fé. O rapaz é um vencedor. De tudo, restou apenas a saudade, uma saudade amena, uma saudade sem dores extremas.
E quem quer controlar o coração, quem não quer viver uma paixão? Ah... O amor... O amor não escolhe data ou lugar, captura os corações sem autorização, ou aviso prévio.
Cada detalhe fora meticulosamente estudado para que os astronautas pudessem se divertir e relaxar em seu tempo de folga. Mantendo desta forma o vigor de seus corpos e cérebros, evitando que adoecessem com os anos de confinamento. Mente sana in corpore sano.

As civilizações evoluídas já sabem que armas não trazem bons resultados, a inteligência e o bom senso são infinitamente mais poderosos.
Os quatro estão agora a menos de três metros dos indivíduos. Nesse momento todos param, tanto os astronautas como os seres.
Quem inicia a conversa é o mais alto:
– O que fazeis aqui, tão distante de casa, humanos?
[...] que porcaria, somos imprevisíveis, ele tem razão, não existe desculpas para nossa arrogância, cavamos a própria desgraça. Hipócritas, não cuidamos direito de nosso povo. Imagine o que faríamos se descobríssemos outra raça. Nem quero pensar.

Não adianta gastar milhões na corrida espacial sem antes resolverem os problemas de miserabilidade em países como Índia e África. Usem vossos recursos em programas que deem uma identificação de humanismo ao vosso planeta.
– Cada um escolhe no quê acreditar, faz parte do livre arbítrio, que depende do grau de evolução. Quando alguém decide espalhar a verdade é seguido por muitos e condenado por outros tantos, é o risco que se corre quando se diz a verdade. E esta, quase sempre ofende.
Tony, vosso povo precisa assimilar o real valor de ter tido a visita do filho do Criador, um dos fatos mais importantes já ocorridos em todo esse extenso universo.

Enfim, espero que tenham gostado da postagem!
É a primeira vez que faço uma publicação assim, mas gostei bastante e, se vocês também gostarem, tentarei trazer mais vezes, porque tenho aqui vários livros com diversas citações que me chamaram a atenção e me conquistaram. ♥